O que importa nos esportes não é o de ser o melhor, senão, a jornada que te leva a tal.

Autor: Kami-sama Sensei

 

Sim, eu amo esse anime.

 

 

 

 

!Cuidado com spoilers!- Episodios 1 – 9

 

 

Sinceramente, as primeiras cenas foram as que mais me prenderam à este anime. A cena de Kakeru correndo, somente com o som do vento. E logo Kakeru segurando o sanduíche e alguém gritando no fundo, “Ladrão, Espere, Ajuda, Ladrão”. O que nos leva a questionar o caráter do personagem principal. Contudo, o aparecimento de Haise em sua bicicleta fazendo a pergunta mais inesperada, “Você gosta de correr?” completamente nos coloca na mesma reação que Kakeru quando ele escuta. Uma reação como, “Mas do que este cara está falando?”

 

 

O fato do anime estar sendo produzido pelo estúdio Production I.G na verdade foi o maior fator que me levou a dar uma chance para a série. Com um bom histórico com animes como Haykuu! e Kokoro No Basket, quando se trata de esportes, eles são confiáveis.

 

 

Umas das outras razões que fazem deste anime tal sucesso é seu impressionante e experiente elenco de atores vocais e na minha opinião, a participação da banda Unison Square Garden em sua abertura. Tudo combinado faz com que este anime nos faça sentir como se tivesse uma relação com nossas situações pessoais. O fato de não ter nenhuma classe de poderes especiais e habilidades anormais, faz com que a vida cotidiana desses personagens e suas dificuldades se relacionem com as nossas próprias.

 

 

O anime realmente chamou minha atenção quando introduziram o personagem Musa, dublado pela voz de Kabumoto Hideaki, simplesmente transmite um ar refrescante sobre o personagem, que é estrangeiro e de descendência africana. Eu honestamente adoro animes que trazem estrangeiros que não sejam americanos, russos, italianos, sempre branquelos com cabelos loiros e olhos azuis. E o que mais me alegra, é que eles fogem completamente de todos os estereótipos de que “africanos são gênios natos em corridas” e tals, trazendo um personagem completamente comum atendendo a universidade. Diversidade, racismo e preconceito 0(zero) realmente ganharam minha opinião positiva da série.

 

 

E agora, algo que eu realmente só fui vir a conhecer depois de estudar sobre mas ao fundo sobre o anime. O anime na verdade é a terceira adaptação desde sua fonte principal. Sendop originalmente uma novel escrita pela Shiwon Miura em 2006, ganhou eventualmente uma adaptação para mangá em 2007 e uma live-action em 2009. Então eu sinceramente acho impressionante como eles adaptaram isso tão bem em um anime.

 

 

Isso conclui a minha análise geral do anime dos episódios 1 ao 9, daqui em diante farei análises por episódio dos animes que eu julgar interessante discutir sobre.

 

 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on tumblr
Assista Na Crunchyroll
Por -Favor Nos Dê Seu Suporte Pelo Patreon

Curtir isso:

Curtir Carregando...
error: This website is protected against copy! If you think this is wrong, please state your reasons, contact us through e-mail at / contact@kamisama-translations.org /
%d blogueiros gostam disto: